[EPIC FAIL] – Sonic 4

No início, todos os elementos estavam alinhados para que tudo desse certo. Havia a vontade, havia a nostalgia, havia a esperança lançada desde o anúncio que o tal Project Needlemouse era sim Sonic, e além disso era Sonic voltando às raízes. Dentro de alguns meses, Sonic 4 Episódio 1 seria lançado para as principais plataformas de games, para delírio dos fãs que aguardavam esse momento há mais de 10 anos.

Então a demo chegou. Empolgado, baixei a demo, e estava maluco para saber como tudo seria feito, já que Sonic 4 ignora anos de spin-offs, aberrações na história e uma penca de sidekicks desnecessários (com exceção do Knucles, o mais fodão na minha opinião).

Assim que apertei o botão e iniciei o demo, a minha infância voltou à tela. Até a formação do logo da Sega, no mesmo estilo do Mega Drive, estava lá, com direito à aquela mesma voz falando o nome da empresa (SE-GAAAA) enquanto o Sonic passava correndo e revelava as letras. Nostalgia apitando no máximo, e até um nó na garganta de emoção apareceu (ok, é mentira, mas foi bem emocionante).

Tinha tudo pra ser o retorno ideal… Mas…

E aí, o inferno começou. Sim, é o Sonic mesmo, sim, o demo tem o mesmo aspecto da primeira fase do jogo de Mega Drive, mas tinha alguma coisa errada.

O principal problema pra mim é o peso do personagem. Não, não é o peso do Sonic, que parece mais alto e mais magro do que sua versão mais nova. Estou falando da sua dificuldade de locomoção. Pra se ter uma idéia, a impressão que tive é que o Zangief conseguiria correr mais rápido que este Sonic. Na minha cabeça rolou aquela desculpa “ah, eu é que desacostumei com o controle”. E na verdade, só enganei a mim mesmo.

Isso se tornou uma reclamação constante durante a demo, e que viria a ser confirmada na versão completa que comprei. Mas não fui manolo. Entre pagar US$ 15 na PSN, ou gastar meus valiosos MS Points na Live Arcade, optei por comprar a versão de iPod, e jogar no portátil. Sei que os gráficos iriam ser inferiores, mas eu precisava testar o jogo completo, e queria me desfazer dessa má impressão. E se por acaso os controles fossem iguais e os problemas persistissem, o prejuízo seria bem menor.

A famosa (e infame) fase do Casino.

A física de Sonic 4 é patética. O primeiro problema que notei é a falta de qualquer preocupação com a quantidade de movimento, que o Mega Drive e até o Master System desempenhavam com louvor, há mais de uma década atrás. Não existe nenhuma justificativa plausível para que o Sonic pare bruscamente durante uma subida. Perder velocidade, ok, agora “ancorar” no lugar fica realmente esquisito.

Até achei que isso seria puntual, mas se repete irritantemente por todo o jogo. Em vários momentos, você entra por um espiral, ou por um loop, pega velocidade, e como sempre fiz no MD (Mega Drive pros íntimos), eu largo o controle direcional, e foco mais nos botões de pulo. Isso em Sonic 4 não acontece mais, até porque assim que você larga o direcional, em menos de 2 segundos Sonic já está parado. E isso é inadmissível. Virtualmente, Sonic pode descer o Himalaya correndo que assim que chegar no pé da montanha ele vai ficar paradinho.

Claro que tinha que ter uma fase com água subindo.

Outro ponto do jogo, na fase do Casino, existem alguns canhões que você usa para se lançar à outras partes do cenário, e aqui a coisa fica feia. Se você lançar Sonic pelos ares e não segurar o direcional, Sonic cai em linha reta!! Isso vai contra todas e qualquer lei da física! Foi mais ou menos por aí que a vontade de jogar acabou, e o orgulho gamer foi o que me manteve adiante para terminar o jogo.

Fisica de canhões 101: trajetória em arco simples.

Física de Canhões em Sonic 4: Trajetória em Arco Brocha.

Uma diferença que Sonic 4 tem comparado aos demais jogos é o Homing Attack. Muitas vezes ele ajuda, mas em algumas atrapalha, e muito. Por exemplo, eu não vejo nenhum motivo para o Homing Attack ter um “rebote” tão grande, já que quando você usa e bate numa barreira, é jogado pra trás, e a distância que você cai é quase o dobro da sua distância original. Na maioria das vezes, isso é indiferente, mas enfrentando chefes, dentro daquele espaço restrito e com pouquíssimas moedas disponíveis, pode ser perigoso. Inclusive enfrentando o último chefe, morri inúmeras vezes após pular em um certo artefato (sem spoiler) e ser arremessado exatamente na direção de mais uma máquina do Dr. Robotinik.

E também temos uma fase com o cenário te amassando.

Sonic 4 terá lançamentos em episódios, e pelo que vi no primeiro, arrisco dizer que teremos pelo menos mais 2 episódios. O Episódio 1 é um claro remake de Sonic 1, com fases muito parecidas, mas que contam com algumas mudanças na jogabilidade (o Homing Attack sendo um deles), além de termos o Robotnik usando máquinas do Sonic 2. Se a lógica servir, o próximo episódio pode ser um remake do Sonic 3 e Sonic & Knucles, com 3º e último episódio sendo mais original, para “justificar” um retorno à série. E eu torço para que tenhamos pelo menos o Knucles, que é um dos meus personagens favoritos.

Eu acredito que não valha a pena pagar os 15 dólares, ou os pontos da MS para pegar este jogo. Como Sonic 4 ainda terá mais episódios, espero que a Sega ouça as críticas que estão sendo mandadas, e que melhore nos próximos episódios. E, dependendo de quanto será o preço dos próximos episódios, a compra nem vai se justificar.

Sonic 4 Episódio1: FAIL

7 thoughts on “[EPIC FAIL] – Sonic 4

  1. @tdayrell

    Eu joguei apenas a demo que saiu na Live (nao me animei a comprar o jogo compelto), e pela demo eu achei ridiculo, o que voce disse da física bate perfeitamente com a sensação que tive!
    Lamentável o jeito que é tratado esse personagem que tinha tudo pra ser muito melhor que o Mario, mas na prática…

  2. Albinomanolo

    Seriosamente, que merda de review, questionar física de um jogo como Sonic? Não faz sentido. E outra isso é sua opinião sobre o jogo, e ao invez de classificar como um review você põe em uma sessão chamada EPIC FAIL?

  3. Alexandre

    Puxa, fiquei triste com o que li. Sou jogador da velha época, joguei muito Sonic, principalmente o 2. Lamentável ver que os criadores não tiveram carinho com o jogo 🙁

  4. Albinomanolo

    Seriosamente, que merda de review, questionar física de um jogo como Sonic? Não faz sentido. E outra isso é sua opinião sobre o jogo, e ao invez de classificar como um review você põe em uma sessão chamada EPIC FAIL?
    A galera do Nerdrops realmente não tem mais critério pra nada, é quantidade ao invez de qualidade.

    1. Dia de Gamer Post author

      Bom, vamos por partes:

      1) Um jogo que se propõe a usar "VELOCIDADE" como principal peça de jogabilidade e me coloca uma física que não funciona faz tanto sentido quanto um jogo de corrida que não vai ter freio. E ficou uma merda sim, caso você não tenha jogado.
      2) É uma opinião minha sim, aliás, COMO TUDO NESTE BLOG também é uma opinião minha. Quando faço review pro Nerdrops (que por sinal são apenas parceiros aqui), eu sou imparcial.
      3) Não coloquei como review porque sinceramente os defeitos do jogo são tão agressivos que eu iria dar uma nota muito baixa, mas preferi poupar a vergonha e só dizer que este jogo falhou no que prometeu.

      Uma pena que você não conheça a estrutura do blog antes de vir falando que "é uma merda". Aconselho dar uma olhada na página "O Blog" lá na home e saber o que é cada seção.

      Abraços

  5. ricardorente

    Nunca fui muito fã de Sonic mas joguei a demo com boa vontade. Gráficos bonitos cheios de cores vibrantes, o desenho do personagem ficou interessante, mais alto e estilizado. Mas como o Guilherme falou, não há a corrida desenfreada. Toda você acaba parando e você dá aquela brochada.

    Sendo assim continuamos com a avaliação:
    Mario >>>> Sonic

Comments are closed.