[Classics] O que aconteceu com MegaMan?

*Texto Originalmente publicado no Nerdrops. Re-publicado sob autorização.

Estive confabulando sobre os antigos personagens de games recentemente, heróis antigos como Sonic, Mario, Yoshi, Knucles, Ryu e Ken, além de alguns outros, e inclusive daí saiu o meu artigo sobre o que se fazer com o Sonic, publicado aqui no Nerdrops. E acabou que mais um veio na cabeça: Mega Man (ou Rock Man no seu original japonês). Essa confabulação acabou acarretando uma mini-investigação, onde me deparei com vários fatos que podem confirmar uma triste suspeita: Mega Man pode estar a caminho do Limbo gamístico, e talvez pior ainda, está sendo descontinuado pela Capcom.

Mas antes de ficarmos desesperados e tirarmos conclusões precipitadas, vamos analisar os fatos.

Keiji Inafune, Pai do Azulão

1) Keiji Inafune, um dos pais do Azulão (e o diretor mais importante para a saga do menino-robô), falou o que devia e o que não devia em meados de 2010, quando afirmou que o mercado de criação de games Japonês está pelo menos 5 anos defasado com relação ao mercado Americano e Europeu. Nem preciso dizer que isso irritou seus colegas de trabalho, além de criar um certo desconforto com a própria Capcom, já que ele foi apontado como diretor Global da companhia no início daquele ano, e prometeu devolver à “glória” dos áureos tempos à empresa, igualando as criações da matriz, da filial americana e da filial européia. Isso é como afirmar na sede de sua empresa que as suas representantes sabem fazer melhor o seu trabalho do que você mesmo. Em outubro de 2010, Inafune se desligou da Capcom, depois de 23 anos de serviço, sem qualquer motivo aparente para tal decisão.

Megaman Universae: vala!

2) A Capcom preparava um mega lançamento que viria a bater de frente com games “open-world” como vários MMOs, chamado Mega Man Universe, que foi demonstrado ao público na TGS de 2010, sendo sumariamente cancelado em Março deste ano, alegadamente sobre vários pretextos. Isso é que é o mais suspeito, já que cancelamentos de games em geral ocorrem antes da fase “Gold”, que é o momento onde eles estão prontos para demonstrações em público nos grandes eventos como TGS e E3. Ok, pelo outro lado, a demo não chegou a empolgar muito, mostrou controles sem precisão, um gráfico aquém do esperado, o que pode ter levado o game a ser considerado “arriscado”, e por isso foi mandado pra terra dos projetos que nunca serão games. Ainda tivemos mais um cancelamento, que é o próximo item.

Megaman Legeds 3: cancelado

3) Outro problema foi Mega Man Legends 3, que seria um dos primeiros games de peso na nova plataforma portátil da Nintendo, o 3DS, e que também foi cancelado, sendo que esse nem poderia ter sido considerado arriscado, já que o anúncio inicial do próprio game rolou em setembro de 2010, e o cancelamento ocorreu em julho de 2011. É muito pouco tempo para desenvolver algo palpável a ponto de se dizer se ele vai ser sucesso ou não, principalmente com uma plataforma nova. O agravante aqui é que Mega Man Legends 2 foi realmente um bom jogo, com scores próximos a 7,5 em vários sites, além de ter criado uma boa legião de fãs. E embora Inafune tenha saído em outubro (um mês depois do anúncio do jogo), a Capcom reafirmou que a produção do game iria continuar. Isso até o dia 18 de julho, quando foi oficialmente cancelado.

MvsC3: Megaman Fora!

MvsC3: Megaman Fora!

4) E o último fato (e mais estranho pra mim): Mega Man foi solenemente ignorado no casting de Marvel vs Capcom 3, depois de sua presença e da sua “irmã” Roll nos games anteriores da série. Mega Man era um dos melhores personagens para quem está começando neste tipo de game, e a sua presença era certa no game. Mas, de volta à linha do tempo, O anúncio do jogo foi na E3 de 2010, e segundo os diretores da game, ele vinha sendo rascunhado desde o final de 2008. O problema aqui seria uma questão de direitos autorais, já que Mega Man pode ser de controle do Inafune, enquanto que os outros personagens não necesariamente são da mesma propriedade intelectual. E aí é uma questão interna, que pode inclusive ajudar a responder muitas das questões anteriores. Mas os sinais são bem visíveis.

Não acredito que realmente a Capcom vai acabar de vez com o Azulão, até porque boa parte dos fãs da empresa começaram com o Mega Man no Nintendinho e no Super Nintendo. É muito mais provável que seja realmente uma dispurta judicial entre Inafune e a Capcom, e por isso a utilização do personagem esteja suspensa para os próximos jogos.

O último Game Over?

O último Game Over?

Não justifica, porém, o cancelamento de título, que poderia ter sido colocado em hold até que algum acordo fosse resolvido. E é neste dualismo que resta minha dúvida: a Capcom cansou do Azulão, por isso os cancelamentos, ou ela quer resolver tudo sobre propriedade intelectual para relançar o menino-robô?

Particularmente, eu fico realmente triste quando “mortes” assim acontecem. Não que eu dê isso como certo, mas é inegável que “algo errado não está certo” no mundo robótico do Mega Man e sua turma. E por todas as horas que joguei, e todos os xingamentos que gritei (especialmente no Mega Man 2), espero que tenhamos um retorno o mais breve possível.