[Consoles] DLCs x Super Arcades

*Texto publicado no Nerdrops. Re-publicado sob autorização.

Na minha época de infância, Street Fighter e Mortal Kombat fizeram um dos duelos de negócios em games mais memoráveis até hoje, e com bastante razão. Enquanto Street Fighter trouxe a inovação ao mudar os games de Beat’em ups para 1 contra 1 (ou Versus) e deu profundidade aos personagens e ao tema do jogo, Mortal Kombat trouxe a violência desmedida nos games que até então eram vistos como brinquedos de criança e surpreendeu adultos, pais e responsáveis a ponto de criarem um sistema de classificação de games e separá-los por categorias.

E agora, mais um duelo, só que desta vez não-declarado, está rolando.

A Capcom lançou sua nova versão do game de luta em 2008 e renovou o sistema consagrado em 1991, trouxe algumas novidades em termos de jogabilidade que agradaram bastante os fãs de longa data, e lembrou aos fãs que nem só de Resident Evil vive a gigante japonesa.

Personagens de Super Street Fighter IV

Personagens de Super Street Fighter IV

Pouco tempo depois lança uma versão “boost” de seu próprio game, chamada Super Street Fighter IV, a exemplo do que rolou com seu mais célebre lançamento Street Fighter II, e dá nos nervos de vários jogadores (eu inclusive). Street Fighter IV ainda era um dos games mais vendidos, e ao invés de disponibilizar os novos personagens como DLC (sendo que estes personagens são a justificativa para o relançamento), a Capcom resolve lançar o game em forma de disco, obrigando quem é fã (de novo, incluindo eu) a comprar mais um game. Ainda rolou uma promoção que você levava o seu SF IV e ganhava um desconto, mas é obvio que isso não rolou aqui nas terras tupiniquins.

E como se isso tudo não bastasse, esse ano a Capcom lança Super Street Fighter IV Arcade Edition. Basicamente, é o Super Street Fighter IV com mais 4 personagens, Yin e Yang (vindos de Street Fighter 3), Evil Ryu (da série Alpha) e Oni Akuma (inédito). O pior é que eu PRECISO jogar com o Oni Akuma, por ser um dos personagens que mais gosto numa versão inédita. Ou seja, lá vou eu gastar mais dinheiro com a Capcom!

NetherRealm, a nova produtora de MK

NetherRealm, a nova produtora de MK

E do outro lado desta nova disputa, vem a NetherRealm, nova produtora da franquia Mortal Kombat, que também fez um trabalho excelente com o reboot da série na sua mais recente versão lançada esse ano. E acertou um pouco mais onde a Capcom está errando (na minha opinião). Antes mesmo de finalizar o jogo, já sabíamos que novos personagens iriam aparecer, e menos de alguns meses depois da estréia, os primeiros começaram a chegar. Skarlet, Kenshi, Rain e Freddy Kruger já estão confirmados, e se continuar o ritmo do jeito que está, até o final do ano podemos ter até uns 8 jogadores novos lançados no DLC (incluindo esses, obviamente. Mas não existe informação final sobre quantos serão).

O meu ponto principal é esse, porque que a Capcom não me deu como DLCs todos os personagens que foram lançados após Street Fighter IV, e ao invés disso me forçou a comprar jogos novos? Eu até aceito a justificativa de que eram muitos personagens, mas do “Super” pro “Arcade” eram só mais 4 personagens, e mesmo que fossem em packs de personagens, eu me sentiria respeitado. Claro que as empresas visam o lucro, mas vale lembrar que fazer seu consumidor de trouxa pode ser imperdoável.

Tela de seleção de personagens de MK9, contando com Kratos

Tela de seleção de personagens de MK9, contando com Kratos

Nessa disputa, a galera de Mortal Kombat está se saindo melhor, fornecendo opções aos jogadores, além de disponibilizar roupas alternativas, em sua maioria de graça. E enquanto isso, a Capcom já prepara inclusive a versão Ultimate do seu outro jogo de luta atualmente na praça, Marvel vs Capcom.

Vender games é bom, mas respeitar os gamers é bem melhor.

E sinceramente eu espero que essa poítica da Capcom seja revista, até porque cada game lançado custa 50, 60 dólares, e na situação econômica atual isso é muita coisa a ser gasta na mesma série a cada 2 anos. Nesta nova disputa entre as duas gigantes séries de luta, Mortal Kombat está mostrando como se faz.