[Consoles] SOPA e PIPA

Provavelmente você já ouviu falar neles até este momento, a menos que more embaixo de alguma pedra isolada no alto de alguma montanha (que me trás a pergunta: como você poder estar lendo estas linhas???), mas existem duas legislações que estão realmente colocando em risco a internet como conhecemos: a Stop Online Piracy Act [SOPA] e a Protect Intelectual Property Act [PIPA]. O teor do texto dessas duas leis é ainda critério de discussão, mas a abrangência deles é que coloca em risco o modo de compartilhamento que estamos acostumados.

É a liberdade de expressão em risco.

Exemplo prático: se alguém vier aqui neste post e colocar a palavra “Coca-Cola” após aprovadas essas leis, o meu site TODO poderá ser retirado do ar, assim como TODOS AQUELES que linkarem matérias ou posts onde a palavra apareceu, se a Coca-Cola Corporation achar que estou usando a marca sem pagar royalties (ok, o exemplo é besta, mas acredite, é assim que consta no texto preliminar).

Nós gamers já estamos acostumados com “soluções” estapafúrdias por parte de empresas e associações que querem defender os seus direitos. Seja pelos malditos DRMs, pela obrigação de jogar online ou qualquer outra desculpa usada, nunca houve nada de novo que realmente mudasse a cara de como a pirataria pudesse ser diminuída nos games (e vale aqui mencionar o texto de Gabe Newell, chefão da Valve, sobre a misconcepção sobre pirataria nos games [em inglês])

O que está pegando desta vez é o apoio de uma das maiores associações de games dos EUA, a Entertainment Software Association (ESA), está apoiando a aprovação da SOPA e da PIPA no congresso americano (informação válida até o dia 18 de janeiro de 2012). Basicamente, ela é que está por trás de grandes eventos no mundo dos games, mais notoriamente a Eletronic Entretainement Expo, ou E3.  São associados à ela grandes empresas como Capcom, Konami, EA Games, Epic Games, Sony Computer Entretainement (e seus first parties), Microsoft (e seus first parties), Sega, Nintendo e Ubisoft, só pra citar alguns.

Pensando nisso, o pessoal do Extra-Creditz, que é um dos maiores difusores de conhecimento da indústria dos games que conheço, fez um vídeo pedindo o seu apoio, gamer, para que a ESA retire seu apoio à PIPA e a SOPA. No raciocínio deles, apoiar a ESA é financiar as campanhas pró-veto, e se a associação não mudar sua postura, eles não irão cobrir a E3 deste ano. O vídeo apresenta tanto membros da indústria como jornalistas e estudiosos de games, e o apelo é bem sincero.

Stand Together vs SOPA and PIPA

[UPDATE]: Esse link aqui te leva ao site Change.org, onde consta a petição online que será entregue à ESA antes da votação final das leis, e que deve ser levada em consideração quanto ao apoio à estas leis. Eu particularmente não acredito muito em petições, principalmente no Brasil onde nada é levado a sério, mas depois que a petição foi ao ar, a Microsoft e a Sony Computer já se declararam contra as leis. Por isso acho que essa pode ter algum efeito.

[UPDATE 2]: Ao que parece, Mr Obama vetou essa lei nos EUA. Não sei como são os trâmites de lei por lá, mas das duas, uma: ou a lei será diluída em leis menores tentando se encaixar em alguns princípios constitucionais, ou ela pode ser totalmente esquecida. Espero muito que seja a 2ª opção.

[UPDATE 3]: Foi só repercutir um pouco nas internebs (e por causa do meu post, lógico) que a ESA anunciou que retira seu apoio aos projetos citados, mesmo após o veto do Mr. Obama. Matéria completa aqui na Gizmodo