Monthly Archives: February 2013

[Concoles] A triste hora do Adeus

Post_Consoles

É triste quando alguma coisa que você acompanha por um tempo não anda bem das pernas, e acaba sendo desfarelado. No mundo dos games, eu já passei por isso bem dolorosamente com a Sega e seus hardwares, de maneira mais silenciosa com o Sonic (embora esse nem tenha acabado por sí) e agora mais recentemente com a THQ.

thq-bankruptcy

A THQ nem foi lá uma grande produtora de games, daquelas que as pessoas logo associam à uma determinada marca, mas foi uma que trouxe alguns bons títulos atuais até, como Homefront e Darksiders I e II.

Ontem foi batido o martelo sobre a cisão e venda de várias propriedades intelectuais da companhia, após a sua entrada no famigerado Chapter 11 da Lei de Falências do sistema penal de tributos dos EUA. Resumidamente, as várias seções da empresa serão vendidas em separado para poder angariar mais fundos e pagar as dívidas com credores. Nessa farofada toda, a Crytek (da série Crysis) mandou uma rasteira bonita e comprou a API de Homefront, a Sega comprou a Relic (responsável pela franquia Warhammer), e a Ubisoft comprou o maior estúdio até então, o THQ Montreal.

darksiders_2_thq_1080.0_cinema_640.0

Se a gente parar pra pensar nos títulos que estavam saindo pela THQ como um todo, não é tão difícil ver q merda que ia dar. Nos últimos 4 anos, ela foi responsável por lançar vários títulos baseados em filmes de animação (como Os Incríveis e Wall-E), alguns baseados em mangás e animes (como Avatar the Last Airbender), além de alguns que até fizeram sucesso. Aí fica complicado. Jogos baseados em filme em geral são feitos com curtíssimo prazo, não mantém a mesma linguagem dos seu original e muitas vezes são esquecidos depois de 1 mês de lançamento. Assim não tem como uma empresa se manter ativa…

THQ Games

Isso me veio à cabeça após ler a notícia sobre a venda e a carta que o presidente da THQ emitiu aos seus funcionários, publicado pela Kotaku essa semana (link aqui). Também lembrei que recentemente terminei de ler a história sobre como a Sega se afundou e foi a falência em 2001/2002. Os passos da THQ podem ter sido diferentes, mas em essência o trem do desespero já apontava no fim do túnel há algum tempo.

THQ

Pelo menos já sabemos que algumas das maiores franquias que eles lançaram possivelmente terão versões posteriores. Também descobrimos que THQ significa Toy Head Quarters. Mas quem se importa agora?