Tag Archives: Castlevania: Lords of Shadow

[Epic Fail] Castlevania Lords of Whatever

Depois de finalmente ser assolado pelo Hype a respeito do novo título da mais clássica série de Demon slayers, consegui a minha cópia de Castlevania – Lords of Shadow. E neste exato momento, ela está entre os games… que estão pegando poeira na estante.

Eu juro que tentei beber leite jogar Castlevania… Mas não rolou.

Sim, Castlevania me decepcionou, e o principal motivo desse abandono do jogo antes mesmo de completar o segundo capítulo se deve imensamente à jogabilidade do game. Mas não é só isso! Temos problemas no combate, no sistema de defesa e ataque, e aquele velho enigma que eu nunca vou entender: porque diabos uma mureta de 30 cm é capaz de parar um guerreiro invencível? Esses pontos, misturados com alguns outros no caldeirão de insatisfação foram mais do que suficientes para o meu total desapontamento pelo jogo.

Vamos explorar o controle primeiramente. Você tem o ataque concentrado (Quadrado/PS3 ou X/XBox), e o ataque em área (Triângulo/PS3 ou Y/XBox). Círculo/PS3 ou B/XBox usam suas sub-armas, L2/LT defende, e R2/RT servem tanto para usar o gancho quanto para agarrar objetos e inimigos. E a esquiva, que é um dos componentes mais importantes do jogo, já que seus inimigos de médio e grande porte tem pelo menos 1 ataque indefensável, é acionada pela combinação L2/LT + Analógico direito. E aí começaram os problemas.

E agora, Manolo? Esquiva ou Contra-ataque?? Só pode haver um!!!

Vou citar um jogo que revolucionou em algumas partes deste tipo de jogabilidade com uma saída simples: God of War. No GoW, a esquiva era usada no analógico direito, já que o game usava o mesmo sistema de câmera fixa do Castlevania. E além disso, quando você estava se defendendo, acionar os botões de ataque iniciava uma nova movimentação, reduzindo drasticamente seu tempo de reação para contra-golpes. Isso não ocorre em Castlevania, porque ao acionar a defesa, Gabriel (o protagonista – volto a escrotizar ele mais tarde!) fica totalmente imóvel, a não ser usando o direcional, o que leva à esquiva. E não precisa parar essa comparação com GoW. Dante’s Inferno e Darksiders fizeram muito melhor também.

Colocando os neurônios pra trabalhar um pouco, não é difícil perceber que se eu estou a ponto de disparar um contra-golpe, é claro que usarei o direcional imediatamente. Por isso, a esquiva sendo acionada com o mesmo botão da defesa me deixa totalmente SEM contra ataques, já que invariavelmente eu vou acabar esquivando para algum local longe e perderei a chance dos golpes.

Esse demônio tem Dread Locks. Seu argumento é inválido.

Outros motivos me levaram ao estado contrário do Hype (seria o zero absoluto?), e um dos destaques vai para o “carisma” do personagem. Começando pelo nome, Gabriel Belmont. E não, ELE NÃO É PERTENCENTE AO CLÃ BELMONT. Pra explicar essa sacanagem, os livros presentes dentro do game explicam que ele é orfão, e como sempre gostou da região montanhosa do mosteiro dos Irmãos da Luz, adotou o sobrenome numa homenagem aos “Belos Montes”. Nos bastidores, é sabido que o jogo NÃO SERIA UM CASTLEVANIA, e algumas alterações foram feitas após a Mercurysteam ser convencida a transformar um game num jogo da série.

Comentário sobre essa inclusão forçada do sobrenome do personagem no jogo: ¬¬

Mas tem mais detalhes. Gabriel tem aquela cara de “sou fodão”, “venimim criaturas do mal”, mas não consegue defender 1/3 dos golpes dos seus inimigos. E não é problema de controle não. Usando GoW denovo como exemplo, Kratos tenta defender até pisada de Colosso e tapa de Titã. Gabirel, se tu é tão fodão, porque não defende esses golpes logo na primeira fase? Terceiro detalhe, pra acabar com o protagonista: pra que essa cara de blase? Tu tá putaço que mataram tua amada, vai enfrentar o desconhecido, e o máximo que consegue expressar é esse focinho de quem perdeu o pão quentinho na padaria?

Os cenários são belíssimos. Pena que a câmera é meio mal feita.

Claro, o jogo não é todo ruim: A narrativa de várias partes é muito bem feita, com a voz do professor Xavier (Patrick Stewart) lendo os trechos que estão sendo preenchidos no livro base da trama. Os gráficos estão muito bons, mas ainda aquém de outros jogos principais dos consoles, como Halo: Reach e God of War 3.

Eu entendo que a série Castlevania está penando para sobreviver. Seus lançamentos recentes tem sido muito mal qualificados, e a série mostrou uma tendência desnecessária em adotar uma roupagem “anime” nos portáteis. Poucos receberam boas críticas, como Symphony of the Night e The Dracula X Chronicles. Por outro lado, a essa dificuldade artificial criada pelos controles pode agradar aos fãs hardcore da série. Aí é uma questão de gosto.

Se existe saída pra Castlevania, eu realmente não sei. Mas sei que os bons e velhos clássicos de Nes e SNes cada vez mais deixam saudades.

[Tweet Post] Notícias do Mundo dos Games

Acompanhe aqui mais uma coletânea de Notícias do Mundo dos Games!!

– Playstation pretende inaugurar um sistema de recompensas para os gamers. Funciona assim, você joga seus jogos, baixa demos, platina seus favoritos, e dependendo do seu desempenho, você pode ganhar avatares exclusivos, temas dinâmicos, e até viagens para eventos pagos pela Sony, como a CES 2011. Ainda é muito cedo para detalhes, mas possivelmente ainda este ano teremos o lançamento oficial deste serviço. Link: PlayStation Rewards System Announced

– Konami lança patch para corrigir os erros do “Save Game” no PS3, e XBox receberá o seu em breve. Link: Konami Announces Castlevania “Save Game” Bug Patch

– Mike Haggar seria um novo personagem em Marvel x Capcom 3: Fate of Two Worlds? Uma imagem durante os preparativos para o Halloween dentro da Capcom mostra claramente o Render do Prefeito de Metro City pronto para ação, inclusive com seu famos suspensório pendurado no ombro. Link: Mike Haggar to be in Marvel vs. Capcom 3?

– Divulgados detalhes sobre o pack especial de Kilzone 3, que contém o jogo, um Hellghast Action Figure, um art book, um documentário Behind The Scenes, e um código especial que te dá direito à varios ítens, como Temas dinâmicos, facilidades no multiplayer pelas primeiras 24hs, 2x XP também para o multiplayer, além do album com a trilha sonora. Confira o pack completo aqui: Killzone 3 pre-order goodies revealed

– Conheça as skins que você terá direito dentro de God of War: Ghost of Sparta, além da Skin de Deimos, irmão de Kratos, para ser usados dentro de God of War 3. Fotos no link: New God of War: Ghost of Sparta Skins Exposed, Deimos for God of War III Unveiled

– Gran Turismo 5 será lançado no Natal? Site japonês DMM coloca jogo em pré-venda para o dia 23 de Dezembro, com preço e garantia de entrega. Reportagem aqui: Japanese retailer posts new GT5 release date e Cache da página aqui: DMM