Tag Archives: Metal Gear Solid

metal-gear-solid-x-the-phantom-pains01jpg-e94a81_640w

[New Game] MGS V: Ground Zeroes – Decepção?

Post_NewGame

Infelizmente é triste afirmar isso, mas Metal Gear Solid V – Ground Zeroes é um misto de decepção e prazer (!).

mgsvgzssbctitleps4png-df11d0_640w

Vamos colocar as regras do jogo aqui:

  1. Eu falarei do jogo em si;
  2. Eu não irei mencionar spoilers;
  3. Eu fiquei muito puto com um detalhe do jogo.

mgsvgzssbcsshidejpg-56a3b2_640w

Metal Gear Solid V Ground Zeroes (que será abreviado para MGSV:GZ porque escrever Metal Gear Solid V Ground Zeroes é longo e tedioso) é um excelente exemplo dos traços de Mr Hideo Kojima, além do logo e do “look&feel” da Konami, e É um verdadeiro Metal Gear Solid (sem essa de espadas cortantes de ninjas de salto alto – Metal Gear Revengeance , estou olhando feio pra você!).

la03jpg-8830ad_640w

Servindo como Epílogo para o Phantom Pain, que deve ser lançado em algum momento no futuro (no momento que escrevo esse texto está sendo dito pelas interwebs que talvez o jogo só saia em 2015), MGSV:GZ basicamente coloca você na pele de Big Boss, dentro de uma base americana em Cuba para resgatar Chico, o garoto que movimentou todo o jogo anterior, Peace Walker. E aí começam os problemas.

mgsvgzssbcrescuevehicle6jpg-56a3b5_640w

O jogo é basicamente isso. Com o intuito de ser somente o epílogo, ele consta com só essa missão, e se você, caro leitor, imaginou que dá pra zerar em 2hs, você está bem errado. O jogo termina em menos de 1 hora (e speedruns no youtube provam que dá pra fazer em 10 minutos, ou até 6 minutos).

metal-gear-solid-x-the-phantom-pains01jpg-e94a81_640w

É aqui que eu preciso parar o review e fazer uma observação: WHAT DA FUCK, KOJIMA???? Se você quer lançar um “demo” da sua engine nova, e dizer que é um Epílogo, pelo menos lance por DLC (e corte os custos de mídia física), e deixe pelo menos 2hs de jogo! Não precisa nem sair da mesma base que tem no jogo, mas 30 minutos??? Eu joguei a primeira vez despreocupado, e acabei com o jogo em 67 minutos. Ok, eu jogo Metal Gear desde sempre e isso ajuda a reduzir um pouco, mas eu não sou nenhum pro-gamer, e ainda assim acredito que poderia ser mais longo. Ou ter mais desenvolvimento. Ou que pelo menos as rotas de guarda dos patrulheiros mudasse a cada Mission. Claro, existem missões secundárias, mas o foco do jogo não devem ser os extras, e sim a história principal. Bad move, Kojima.

la05jpg-e94427_640w

Agora, quando vamos falar do jogo, ele contém a mesma qualidade de sempre. O jogo é fluido, as cenas são inacreditáveis de tão bem renderizadas, a cara dos soldados consegue ser quase única, e os efeitos de chuva só ajudam a criar a atmosfera de falta de esperança e desespero que Big Boss tem que contornar. Os controles funcionam bem intuitivamente e até a movimentação do Big Boss levou um leve upgrade, com alguns movimentos de transição mais realistas quando ele deixa de andar e começa a se arrastar. A história mais deixa perguntas do que sana respostas. Fazer o link entre Peace Walker e Phantom Pain vai em tese ajudar a entender o Outer Heaven (que eu secretamente espero que apareça no próximo jogo). Se tudo der certo, a famosa base onde Solid Snake (o filho) fez sua fama pode acabar sendo citada em algum momento e talvez um remake de Metal Gear (o de MSX) apareça por aí.

mgsvgzssbcpinking4jpg-56a3b8_640w

Visto que o jogo é muito curto, eu mal posso falar de mais detalhes com medo de mandar algum spoiler, e por isso esse review está bem capenga. Mas baseado nesses dois pontos (qualidade e duração), eu ainda assim recomendo que você jogue MGSV:GZ, já que ele aplaca um pouco a sua ânsia por um Metal Gear roots (Metal Gear IV saiu em 2008), e esquenta os motores para Phantom Pain. As side missions que desbloqueiam após terminar a história principal garantem um pouco de sobrevida, e como sempre existem vários segredos perdidos pelo jogo que você pode procurar. Mas não vai ser somente isso que vai apagar a sensação de “cadê o resto do jogo?” que você pode ter ao final da experiência. E mais, provavelmente MGSV:GZ será lançado como DLC quando o próximo jogo for lançado, e se você aguenta esperar, poupe seu rico dinheirinho.

[Classics] Metal Gear Solid

Classic Post

Na seção CLASSICS deste mês temos o mega clássico de Playstation METAL GEAR SOLID.

Metal Gear Solid - Playstation

Criado pelo Designer Hideo Kojima em 1987, e produzido pela Konami, a série Metal Gear inaugurou a série de games stealth action, teve um grande revival 11 anos depois, junto ao surgimento do console da Sony. Metal Gear Solid foi um dos grandes clássicos de sua época, principalmente devido ao seu roteiro, sua jogabilidade e seus personagens.

Solid Snake

[HISTÓRIA] – Você encarna o espião Solid Snake, ex-combatente dos Green Berets, treinado pela CIA, pela SAS e várias outras agências de espionagem pelo mundo, e 2º melhor agente da sua antiga equipe FoxHound, pela qual agiu nas missões de Metal Gear e Metal Gear: Solid Snake (ambas presentes no console MSX, de 1987 e 1989).Na FoxHound, só era superado por seu amigo e antigo mentor Gray Fox, único soldado a receber o título Fox, maior honraria daquela organização. Embora Snake já tivesse se aposentado, foi “recrutado” pelo seu antigo Coronel dos tempos de Fox Hound, Roy Campbell.

Metal Gear Rex

A história se passa em 2005, quando terroristas haviam tomado uma base civil de testes nucleares da ArmsTech, no Alasca, e estão ameaçando usar uma das suas ogivas contra os EUA caso suas exigências não fossem cumpridas em 24hs. Tanto o presidente da ArmsTech, quanto o chefe da DARPA são mantidos reféns. As surpresas começam quando os terroristas se identificam como sendo a FoxHound, antiga unidade de Snake, em conjunto com o Next Generation Special Forces, um grupo para-militar criado com soldados geneticamento modificados. Snake tem dois objetivos (que podem virar 3): 1) Resgatar os dois reféns; 2) Investigar se os terroristas podem lançar as ogivas; 3) Impedir os terroristas caso eles tenham a chance de lançar as ogivas.

Liquid e Solid Snake

[SPOILER SECTION] – O lider dos rebeldes era ninguém menos do que Liquid Snake, soldado que foi recrutado especificamente para substituir Solid Snake após a sua retirada ao final da missão de Metal Gear: Solid Snake (MSX) em 1999, e que apresenta traços físicos muito semelhantes ao protagonista desta nova aventura. Na verdade, ambos são clones oriundos do Projeto “Les Enfant Terrible”, projeto genético criado pelo governo americano visando criar cópias do seu guerreiro superior, Big Boss. Neste projeto, 6 embriões foram fertilizados com o DNA do soldado, 3 levados adiante, sendo um com os genes dominantes do guerreiro perfeito, outro com os genes recessivos, e um terceiro com o que se acredita ser o equilíbrio ideal entre os dois. Os demais foram descartados. Durante toda essa aventura, Liquid está convencido de que é o embrião dos genes recessivos, que seria a “sobra genética” do clone dominante, e sentia ódio fraterno de Solid Snake. O que na verdade, era o contrário. Snake, alheio às ambições ou motivos dos líderes da Rebelião descobre que os terroristas na verdade estão camuflando a fabricação do novo modelo Metal Gear, codinome REX, que tem a habilidade de lançar ogivas nucleares sem a necessidade de uso de foguetes, o que burla o tratado internacional de balística (SORT), sem necessariamente ir contra o acordo. Teoricamente, a ArmsTech havia desenvolvido a sua galinha dos ovos de ouro, e poderia começar a produção em massa. Só não contava com a traição dos líderes da rebelião, que pretendiam usar REX contra o governo americano, exigindo em troca uma grande quantidade de dinheiro, e o mais importante: os restos mortais de Big Boss.

Soliton Radar System

[JOGABILIDADE] – Uma das principais diferenças de Metal Gear Solid é a furtividade, e até a configuração dos seus botões principais influencia nisso. Como um jogo de espionagem, era de se esperar que botões de “ação”, como atirar por exemplo, fosse um dos principais. Só que neste jogo, dos 4 botões principais, um deles faz o personagem agachar/deitar, e outro muda o jogo temporariamente para primeira pessoa. Ou seja, o próprio layout do controle faz com que o planejamento do jogador leve em consideração o “stealth”, a furtividade, em detrimento da ação “Rambo”. Ao final do jogo você recebe uma classificação de acordo com as suas ações, e quanto menos alarmes você tocar e menos inimigos matar, maior o seu ranking. Um outro apsecto bem característico do game é o seu Soliton Radar System, que usa informações de GPS e estimatívas estatísticas para determinar a posição e a direção no qual os seus inimigos estão virados, o que de certo modo auxilia a jogabilidade, já que a visão do personagem é limitada à sua região somente.

Codec

[PERSONAGENS] – Solid Snake: Principal protagonista da história, apresenta a típica atitude de um “badboy”, principalmente após ter sido forçadamente retirado de sua aposentadoria para ser colocado em uma missão sem suporte contra aquele que viria a ser seu irmão gêmeo. O interessante sobre Solid Snake é a construção da personalidade do protagonista, já que ele fica sabendo que tem um irmão, e que ambos são fruto de um projeto genético visando o soldado perfeito. Em determinado ponto do jogo, o desencontro de informações é tão grande em cima de Snake, que ocorre uma dúvida quanto ao papel de soldado obediente que ele exerce nesta missão. Isso pode ser um dos grandes motivos pelo qual Solid Snake é um dos personagens mais cativantes dos games. Ao deixar que a história dele fosse contada durante o decorrer do jogo, Hideo Kojima criou uma oportunidade dos jogadores sentirem uma maior empatia com a situação do personagem no game, e aliado a sua atitude badboy, conquistou os fãs. Não é à toa que ele sustenta uma saga inteira com seu nome.

[IMPACTO] – Essa mudança dos padrões do jogo ajudou a evoluir ainda mais a categoria dos jogos de stealth action, que foram muito bem utilizadas em games subsequentes como Splinter Cell, Assassin’s Creed, além da própria série Metal Gear.

Após esse game, a série foi apresentando evoluções naturais nos anos seguinte, e acompanhou com primazia a evolução dos consoles.

[JOGOS RELACIONADOS]

  • Metal Gear – Série – Interessante se você quer acompanhar o desenvolvimento do personagem principal, Solid Snake, assim como uma das mais cinematográficas histórias de todos os tempos. Hideo Kojima criou um dos mais carismáticos personagens de todos os tempos, principalmente devido à sua atitude de badboy.

Solid Snake

  • Splinter Cell – Utilizou a técnica de Stealth do jogo e elevou a novos parâmetros, e o jogador agora deve se importar com sons ao redor, luminosidade do ambiente, distância dos inimigos e calcular bem a utilização de armas e acessórios;

    Sam Fischer - Splinter Cell

  • Assassins Creed – Solid Snake nos ensinou a matar s omente se necessário e a evitar fazer isso em frente à outros inimigos. Altair usa isso como parâmetros para uma missão perfeita.

Altair - Assassins Creed

Metal Gear Solid é um dos poucos games que conseguiu manter sua história atual, interessante e detalhada ao longo de 20 anos de história. Existem rumores sobre a produção de um filme baseado na história do jogo de Playstation, além da produção de dois novos games para complementar a história da Saga: Metal Gear Solid Peace Walker e Metal Gear Solid Rising. Só que para os fãs, a melhor história já foi contada, e este game fez isso com primazia.