Tag Archives: PSP-Go

[Consoles] Playstation Portable Go

Console Post

Na Eletronic Entreteinement Expo desse ano, a Sony Computer apresentou o novo modelo do seu videogame portátil: o PSP-Go. Mais leve, menor, com tela em slide e sem os famosos UMD’s do seu antecessor, o novo console veio para dar uma repaginada no papel do portátil, lançado em Março de 2005. Na época de seu lançamento, o portátil tinha sido anunciado mais como um super-periférico do futuro console PS3 do que um sistema novo em si, onde iria promover um relação entre os aparelhos, sendo o PSP como uma midia de suporte, ou uma segunda tela para o jogo que estivesse sendo desenvolvido no PS3.

PSP-Go

Mas após alguns meses de mercado, a idéia não foi muito bem sucedida, e as vendas do portátil não foram muito de acordo com as expectativas. O seu principal concorrente, o Nintendo DS, navegava no mar da tranquilidade das boas vendas, e o PSP nem fez sombra pra Nintendo. Era hora da Sony se mexer e mudar de estratégia. Alguns anos depois o PSP recebeu títulos exclusivos, como dois da série Gran Theft Auto, um de God of War e vários RPG’s de sucesso, mas a estratégia original teria de ser abandonada definitivamente.

E aí entra o PSP-Go.

PSP-Go2

A sua proposta já vem alinhada com a nova tendência da Sony, da Microsoft e da Nintendo: força na distribuição digital de conteúdo. O aparelho foi remodelado, perdeu peso, ganhou umas curvas e uma tela em slide, e as comparações com os novos modelos de celulares eram inevitáveis. Alguns dos estilos de botões foi mantido, como a chave do Wi-Fi e de On-Off, mas outros foras colocados em posições bem diferentes, como os botões de ajuste de vídeo e áudio, e os de volume, que foram deslocados para o topo do aparelho (onde ficava a entrada do UMD), e os botões Start e Select ocupam o lugar do segundo analógico. E ainda na E3, a Sony anunciou que grandes sucessos do Playstation 3 seriam migrados para o Go, como Little Big Planet, Gran Turismo e outros. Além disso, outras mídias como músicas e vídeos também terão um papel mais importante no console do que antigamente.

PSP-Go4

Características Técnicas:

  • CPU Clock Speed em 333MHz
  • 64MB de RAM
  • 16GB de flash storage
  • Micro M2 expansion slot
  • 50% menor e 40% mais leve que o PSP original
  • Tela de 3.8 polegadas
  • Resolução de 480×272
  • Preço: US$250,00

Pelo processador, o PSP-Go não é mais rápido nem mais poderoso do que o PSP Original, mas pelo fato de não ter uma mídia física para leitura dos jogos, pode conseguir um desempenho um pouco mais rápido do que o seu antecessor, em sacrifício da bateria. Falando nela, a bateria foi testada e respondeu bem nos testes de duração, aguentando 5 horas de jogo, filmes, wi-fi e o brilho da imagem no máximo. Um ponto negativo é para os jogadores mais hardcores que usam bateria extra, já que no PSP-Go ela fica localizada atrás da tampa aparafusada, na parte de trás do aparelho.

PSP-Go7

Outro lado negativo é a respeito da firmware do PSP, que não apresenta muita variação com relação ao seu antecessor. Enquanto no PS3 o jogador pode fazer downloads em background enquanto joga, no PSP-Go (e no Classic), você está preso à uma convenção de uma tarefa por vez somente. O sistema sairá de fábrica com a firmaware atual do PSP clássico, e a prerrogativa da Sony seria para não favorecer nenhum dos sistemas, já que o PSP-Go não será um substituto do original, tal qual o Nintendo DS não substituiu o GameBoy Advance. Outra detalhe que merecia mais atenção seria o navegador padrão do console, e seu sistema de digitação, que são bastante arcaicos. Pra compensar a Sony prometeu mais de 225 jogos já prontos para download no lançamento do console.

PSP-Go6

Ainda é muito cedo para saber se o lançamento do PSP-Go irá trazer alguma ameaça ao reinado absoluto do Nintendo DS, mas somente pela atitude de tentar renovar o seu console já mostra que a Sony quer entrar nessa fatia de mercado pra valer. Ao abandonar a estratégia de pensar no PSP como um “periférico de luxo” e efetivamente pensar nele como um console extra, a Sony pode abrangir sua atuação no mercado, e tentar recuperar suas posições na corrida dos consoles.