Tag Archives: psp

[New Game] Grand Theft Auto: Chinatown Wars

Post_NewGame

GTA Chinatown Wars CapaA Rockstar apronta mais uma vez e lança outro jogo polêmico da sua série mais famosa Gran Theft Auto, e dessa vez o alvo foi o portátil Nintendo DS. O game foi lançado em Março deste ano, e ganhou recentemente uma adaptação para o concorrente Playstation Portátil. Não pude jogar a versão do DS e aproveitar a utilização da tela sensível ao toque e sua caneta Stylus, mas mesmo jogando no PSP e nos seus botões analógicos deu pra sentir que a tela extra foi uma sacada genial de como se usar a segunda tela do DS (coisa que a Nintendo sabe bem como fazer).

GTA Chinatown Wars Capa PSPO jogo representa uma mudança interessante na política de criação para o portátil (mudança que já havia sido vista no Wii), que é tentar tirar essa imagem de “videogame infantil” que o DS acabou ganhando na época do seu lançamento, pelo fato da Nintendo negar a autorização para o desenvolvimento de jogos com violência ou temas adultos. Em GTA: Chinatown Wars, você pertence à gangue dos Triads, e deve realizar tarefas para levar um ou outro pretenso chefe ao topo da cadeia de crimes. Mesmo estilo clássico e consagrado nos demais jogos da série.

GTA Chinatown Wars DS2_550

Mas o que faz GTA: Chinatown Wars ser diferente é exatamente a aplicação que foi dada à tela sensível do DS. As ações simples do jogo, como roubar um carro, desarmar uma bomba ou procurar armas foi totalmente remodelado para se adaptar ao hardware, e a função foi muito bem executada. Eu explico.

  • Para roubar um carro, assim que você entra no veículo uma nova tela aparece, onde você é obrigado ou a enfrentar o sistema de alarmes, ou forçar a ignição do carro, ou fazer uma ligação direta nos fios, e todas as operações diferentes com timers, sendo que se você não cumprir a tempo, o alarme toca e a polícia é acionada;
  • Em algumas missões que envolvem desarmar bombas, você tem que acessar o local dos fios da bomba, tirando os parafusos da tampa do dispositivo, e depois medindo a corrente elétrica em cada um dos fios para descobrir qual deles cortar;
  • Várias armas foram escondidas em caçambas de lixo, e procurar as armas exige que você tire as sacolas do caminho. É um sistema simples, fácil de entender, e ficou realmente intuitivo. Além de ser totalmente imerso aos controles do jogo normalmente.

GTA Chinatown Wars Controles_550

Os gráficos estão cartunizados, e lembram bastante os games originais da série, como Gran Theft Auto, Gran Theft Auto: London 1969, e Gran Theft Auto 2, com o ângulo de câmera posicionado acima da cabeça do personagem, mas

Uma outra característica que me chamou bastante a atenção foi a
relação dos protagonistas com a compra, negociação e venda de drogas
abertamente, coisa que era sempre subentendida nos demais jogos. Em GTA: Chinatown Wars, você é o dono do seu negócio, procura fornecedores, clientes e rivais para aumentar o seu lucro na venda dos entorpecentes. Nos
jogos da série as drogas sempre estavam envolvidas no universo do seu
personagem, mas o controle de estoque dos seus narcóticos, é a primeira
vez.

GTA Chinatown Wars PSP_550

ainda um pouco atrás, num misto de terceira pessoa e visão aérea. No PSP eles parecem mais nítidos, aproximando mais o jogo do real do que do visual cartoon. Os controles do jogo também foram um pouco modificados, onde um dos botões (shoulder buttons) utiliza a mira das armas de fogo, e outro usa a mira das granadas e coquetéis molotov. Uma das pequenas críticas que tive com o jogo foi um pouco a proporção entre os carros e as pessoas estava um pouco confusa, e tive a impressão de que algumas vezes (quando o personagem pula por sobre um carro, por exemplo) o personagem é do tamanho do carro. Mas não chega a ser um defeito muito grave.

[gametrailers 58006]

Infelizmente não tive muita chance de avançar mais na história para comentar a respeito do desenvolvimento do roteiro, mas pela retrospectiva da Rockstar, não vai deixar a desejar. Outro ponto interessante notar, mas que não pude averiguar com mais detalhes é o Rockstar Social Club, onde você se cadastra e pode atualizar o seu status e seus avanços no site, e manda os updates de dentro do jogo.

GTA Chinatown Wars PSP2_550

A Rockstar, com mais essa empreitada na série GTA mostra que sabe aprender com os seus erros, e ainda aproveita tudo o que dá certo nos games anteriores. É uma das séries que consegue se reinventar dentro de seus próprios limites, e mesmo enfrentando a crítica de muitos sobre a violência aplicada nos jogos, atrai muito a tenção dos gamers. Ou vai ver, é por isso que atrai a atenção dos gamers!

GTA: Chinatown Wars não é somente um jogo da série GTA para o Nintendo DS, e sim um jogo que pode levar várias novas funcionalidades para a série, e realmente vem para acrescentar o amplo leque de opções dos que curtem a vida no submundo virtual.

Se você comprou ou descobriu como baixar o Windows Seven com crack e serial, dê uma olhada na lista que o Gizmodo preparou com os melhores (e novos) atalhos do novo sistema operacional do caridoso Bill Gates.

A lista completa de atalhos de teclado inclui:

  • Win+Home: limpa todas exceto a janela ativa;
  • Win+Espaço: todas as janelas ficam transparentes para você enxergar através delas atéo desktop;
  • Win+Seta para cima: maximiza a janela ativa;
  • Shift+Win+Seta para cima: maximiza a janela ativa verticalmente;
  • Win+Seta para baixo: minimiza a janela/restaura a janela se estiver maximizada;
  • Win+Seta Direita/Esquerda: trava a janela a um lado do monitor;
  • Shift+Win+Seta Direita/Esquerda: move a janela para o monitor da direita ou esquerda;
  • Win+número (1-9): abre o aplicativo preso à barra de tarefas naquela posição ou troca para aquele programa;
  • Shift+Win+número (1-9): abre uma nova instância do aplicativo preso à barra de tarefas naquela posição;
  • Ctrl+Win+número (1-9): troca entre as janelas abertas do aplicativo preso à barra de tarefas naquela posição;
  • Alt+Win+número (1-9): abre a Jump List do aplicativo preso à barra de tarefas
  • Win+T: centraliza e troca entre os itens na barra de tarefas;
  • Win+B: centraliza nos ícones da Bandeja do Sistema;
  • Shift+clique em um botão da barra de tarefas: abre um programa ou rapidamente abre outra instância de um mesmo programa;
  • Ctrl+Shift+clique em um botão da barra de tarefas: abre um programa como administrador;
  • Shift+clique com botão direito do mouse em um botão da barra de tarefas: exibe o menu de janelas do programa (como o XP faz);
  • Shift+clique com botão direito do mouse em um botão agrupado da barra de tarefas: exibe o menu de janelas para o grupo;
  • Ctrl+clique em um botão agrupado da barra de tarefas: troca entre as janelas do grupo;
  • Ctrl+Shift+N: cria uma pasta nova dentro do Windows Explorer;
  • Alt+Cima: sobe um nível de diretório dentro do Windows Explorer;
  • Alt+P: ativa o painel de visualização no Windows Explorer;
  • Ctrl+clique com o botão direito do mouse em um arquivo: acrescenta Copiar como Caminho, que copia o caminho de um arquivo para a Área de Transferência;
  • Shift+clique com o botão direito do mouse em um arquivo: acrescenta itens secretos extras ao menu Enviar Para;
  • Shift+clique com o botão direito do mouse em uma pasta: acrescenta Prompt de Comando Aqui, o que permite que você facilmente abra um prompt de comando dentro daquela pasta;
  • Win+P: ajusta configurações de apresentação para o seu monitor;
  • Win+(+/-): aproxima/afasta imagem;
  • Win+G: troca entre os Windows Gadgets na sua tela;

[Consoles] Playstation Portable Go

Console Post

Na Eletronic Entreteinement Expo desse ano, a Sony Computer apresentou o novo modelo do seu videogame portátil: o PSP-Go. Mais leve, menor, com tela em slide e sem os famosos UMD’s do seu antecessor, o novo console veio para dar uma repaginada no papel do portátil, lançado em Março de 2005. Na época de seu lançamento, o portátil tinha sido anunciado mais como um super-periférico do futuro console PS3 do que um sistema novo em si, onde iria promover um relação entre os aparelhos, sendo o PSP como uma midia de suporte, ou uma segunda tela para o jogo que estivesse sendo desenvolvido no PS3.

PSP-Go

Mas após alguns meses de mercado, a idéia não foi muito bem sucedida, e as vendas do portátil não foram muito de acordo com as expectativas. O seu principal concorrente, o Nintendo DS, navegava no mar da tranquilidade das boas vendas, e o PSP nem fez sombra pra Nintendo. Era hora da Sony se mexer e mudar de estratégia. Alguns anos depois o PSP recebeu títulos exclusivos, como dois da série Gran Theft Auto, um de God of War e vários RPG’s de sucesso, mas a estratégia original teria de ser abandonada definitivamente.

E aí entra o PSP-Go.

PSP-Go2

A sua proposta já vem alinhada com a nova tendência da Sony, da Microsoft e da Nintendo: força na distribuição digital de conteúdo. O aparelho foi remodelado, perdeu peso, ganhou umas curvas e uma tela em slide, e as comparações com os novos modelos de celulares eram inevitáveis. Alguns dos estilos de botões foi mantido, como a chave do Wi-Fi e de On-Off, mas outros foras colocados em posições bem diferentes, como os botões de ajuste de vídeo e áudio, e os de volume, que foram deslocados para o topo do aparelho (onde ficava a entrada do UMD), e os botões Start e Select ocupam o lugar do segundo analógico. E ainda na E3, a Sony anunciou que grandes sucessos do Playstation 3 seriam migrados para o Go, como Little Big Planet, Gran Turismo e outros. Além disso, outras mídias como músicas e vídeos também terão um papel mais importante no console do que antigamente.

PSP-Go4

Características Técnicas:

  • CPU Clock Speed em 333MHz
  • 64MB de RAM
  • 16GB de flash storage
  • Micro M2 expansion slot
  • 50% menor e 40% mais leve que o PSP original
  • Tela de 3.8 polegadas
  • Resolução de 480×272
  • Preço: US$250,00

Pelo processador, o PSP-Go não é mais rápido nem mais poderoso do que o PSP Original, mas pelo fato de não ter uma mídia física para leitura dos jogos, pode conseguir um desempenho um pouco mais rápido do que o seu antecessor, em sacrifício da bateria. Falando nela, a bateria foi testada e respondeu bem nos testes de duração, aguentando 5 horas de jogo, filmes, wi-fi e o brilho da imagem no máximo. Um ponto negativo é para os jogadores mais hardcores que usam bateria extra, já que no PSP-Go ela fica localizada atrás da tampa aparafusada, na parte de trás do aparelho.

PSP-Go7

Outro lado negativo é a respeito da firmware do PSP, que não apresenta muita variação com relação ao seu antecessor. Enquanto no PS3 o jogador pode fazer downloads em background enquanto joga, no PSP-Go (e no Classic), você está preso à uma convenção de uma tarefa por vez somente. O sistema sairá de fábrica com a firmaware atual do PSP clássico, e a prerrogativa da Sony seria para não favorecer nenhum dos sistemas, já que o PSP-Go não será um substituto do original, tal qual o Nintendo DS não substituiu o GameBoy Advance. Outra detalhe que merecia mais atenção seria o navegador padrão do console, e seu sistema de digitação, que são bastante arcaicos. Pra compensar a Sony prometeu mais de 225 jogos já prontos para download no lançamento do console.

PSP-Go6

Ainda é muito cedo para saber se o lançamento do PSP-Go irá trazer alguma ameaça ao reinado absoluto do Nintendo DS, mas somente pela atitude de tentar renovar o seu console já mostra que a Sony quer entrar nessa fatia de mercado pra valer. Ao abandonar a estratégia de pensar no PSP como um “periférico de luxo” e efetivamente pensar nele como um console extra, a Sony pode abrangir sua atuação no mercado, e tentar recuperar suas posições na corrida dos consoles.

[New Game] Little Big Planet – do PS3 para o PSP

New Games Post

Little Big Planet CapaVocê conhece o jogo Lilttle Big Planet? Não? Pois saiba que está perdendo um dos jogos mais simples e divertidos dos últimos anos. As premissas do jogo são muito simples: Crie, mude, e compartilhe!

Tudo no game é customizável. Sackboy, o personagem principal é um bonequinho de pano que pode expressar 4 emoções diferentes (alegria, medo, raiva e preocupação) em 3 níveis de intensidade (fraco, médio e exagerado), e vive num mundo criado da imaginação do jogador. Você monta a sua casa, você monta a sua roupa, e você monta até o seu cenário. São milhares de opções em roupas para o seu Sackboy, e muitas outras opções de add-ons pela PSN.

LBP Scenario_550

Você começa com algumas poucas opções de decoração para começar, mas assim que atravessa os estágios em modalidade plataforma 2D (com profundidade 3D) você tem a chance de adquirir mais ítens para a sua coleção, coletando as peças espalhadas pelas fases. Como a idéia é customizar, são muitos, muitos ítens. Roupas, adesivos, formas, ítens para criar cenários, peças para cenários, tudo está perdido por fases que só depende da sua habilidade de acertar o seu pulo no tempo certo, para desviar de alguns obstáculos e desafios. Pura jogabilidade 2D, que pode ser jogada com até 4 jogaores na mesma tela. E cada um customizado ao seu jeito!

LBP Scenario3Porque Little Big Planet faz tanto sucesso? Porque é simples. Gamers de todos os tipos, hardcore ou casuais se encantaram com o game devido à sua simplicidade, é pegar o controle e sair correndo pelos estágios, pulando, puxando blocos para abrir caminho ou montar plataformas, e pra tudo isso você usa 2 ou 3 botões. É simples mesmo.

LBP Scenario5E ainda novos temas podem ser comprados na PSN, como o pacote de roupas de Street Fighter (Ryu, Zangief, Chun Li e Guile), a roupa de Kratos de God of War, Sephirot de Final Fantasy, ou o pack completo Metal Gear Solid 4, que acrescenta 6 novos levels baseados no game MGS4: Guns of the Patriots, inclusive uma roupa de Old Snake.

LBP Scenario2_550x310

LBP Scenario6E temos a modalidade online. Lá, você participa de um grupo de até quatro pessoas em cenários criados por usuários em todo o mundo. Recentemente, a Sony Computers anunciou que ultrapassou a marca de 2 milhões de usuários e mais de 750.000 cenários criados. Tá bom ou quer mais?

LBP Scenario4Mas a grande novidade está no lançamento de Little Big Planet para PSP, que deve ocorrer dia 17 de novembro desse ano, e a princípio não será somente o “porting” do jogo de PS3. Novos níveis estarão disponíveis, e uma nova campanha será o principal atrativo desse novo game, além da possibilidade de jogar online, assim como seu irmão mais velho. Little Big Planet no PSP tem tudo para ser divertido, envolvente e interativo, em versão portátil.

[Tweet Post] Little Big Planet chega ao Playstation Portable

Tweet Post

Segundo o site Gamespot, dia 17 de novembro é o lançamento de Little Big Planet para o Playstation Portable.

Confira a notícia no link http://gamespot.com/6231296

Assim que sair o game, visite o blog para um review sobre o Game do Ano (PS3)!!

ORIGINAL TWEET: From @gamespot
Sent: Out 5, 2009 14:33

NEWS: Little Big Planet hits PSP Nov. 17.  http://gamespot.com/6231296

sent via web
On Twitter: http://twitter.com/gamespot/status/4632984957